Última Hora

No results found.

Vereadores repudiam descaso sofrido em visita

Júlia Sbampato

 

Dez vereadores da Divinópolis foram, na Cidade Administrativa – sede do governo do Estado, em Belo Horizonte, em busca de respostas relativas aos repasses atrasados. A reunião agenda, incialmente, com o governador, Fernando Pimentel (PT) não passou de subsecretarias.

A Secretaria de Estado de Saúde deve R$44 milhões ao município. Para amenizar a situação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) são necessários, pelo menos, que R$10 milhões sejam colocados em dia.

Quem recebeu os edis foi o assessor da Subsecretária de Assuntos Municipais da Secretaria de Estado de Governo, Carlos Costa. Mas, as respostas que os vereadores buscavam não foram obtidas. Durante suas falas na reunião na Câmara Municipal, muitos dos que foram até a Cidade Administrativa repudiaram a forma como foram recebidos.

O vereador Sargento Elton (PEN) falou da falta de respeito do governador não apenas com os representantes, mas com Divinópolis no geral. Para o edil, Pimentel virou as costas para a cidade que tem pessoas morrendo às “mínguas” todos os dias na UPA.

O Sargento diz que em 2018, durante as eleições, o povo deve dar uma resposta à altura dos representantes que não estão cumprindo seu papel. Ele enfatiza que a população não está mais “boba”, e que agora estão prestando mais atenção nos acontecidos.

O vereador Zé Luis da Farmácia (PMN) diz que a palavra que descreve a atual gestão do Governador de Minas Gerais é decepção. Sobre a visita à Cidade Administrativa, o edil conta que o encontro estava marcado para as 10h, mas foram recebidos apenas às 13h30, além de não conseguirem nenhum resultado.

Raimundo Nonato (PDT) diz durante sua fala que essa visita poderia ter acontecido há mais tempo, mas aconteceu em boa hora, porque agora eles irão acompanhar as decisões com uma visão diferente.

Deixe seu comentário

Captcha *