São João de Deus e Semusa são investigados por mutirão oftalmológico

By 19 de fevereiro de 2019 Outras Notícias, Saúde

Auditoria é realizada pelo Denasus a partir de denúncias envolvendo a 20/20 Serviços Médicos

O Complexo de Saúde São João de Deus e Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) estão na mira do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus). Fiscais estiveram nesta segunda (18) em Divinópolis para auditoria. As denúncias envolvem os mutirões de cataratas realizados na cidade.

O PORTAL CENTRO-OESTE entrou em contato com o Denasus nesta terça-feira (19) e um funcionário confirmou a fiscalização. Entretanto, disse que não é autorizado a dar entrevistas no decorrer de uma auditoria, mas adiantou que a mesma está sendo feita para apurar denúncias envolvendo uma empresa chamada 20/20 Serviços Médicos:

A empresa é di interior de São Paulo e já realizou um mutirão oftalmológico, pelo SUS, juntamente com o hospital em novembro de 2016. O valor do contrato não foi informado nem pela Semusa e nem pelo hospital.

CSSJD

O PORTAL procurou o Complexo de Saúde São João de Deus, que em nota, informou que tem ciência da presença do Denasus em Divinópolis para a auditoria. Segundo a assessoria de imprensa, em contato com o órgão de fiscalização sobre o assunto, o hospital não foi autorizado a prestar informações sobre a ação.

O CSSJD complementou que desde que a atual gestão assumiu a instituição, o único mutirão já estava agendado quando a atual administração assumiu, em setembro de 2016. A partir daí, pelo Complexo de Saúde São João de Deus, não foi realizado nenhum outro serviço pela empresa 20/20, segundo o hospital.

Ainda segundo o São João de Deus, contrato da referida empresa foi denunciado desde o início de 2017, e a atual gestão não possui a menor relação com esta empresa nesta gestão. Sobre os valores repassados para a realização do mutirão, os mesmos foram acordados com a Semusa e a assessoria de imprensa não tem autorização para divulgá-los.

Prefeitura

Ao PORTAL, a prefeitura, por meio da assessoria de imprensa, disse que esteve ciente da auditoria que as apurações em si envolvem ao hospital e portanto, não irá se posicionar.

A nossa reportagem também tentou contato com a empresa 20/20, mas as ligações não foram atendidas, até o fechamento dessa matéria.

Outros casos

A empresa aparece em casos envolvendo “malversação do dinheiro público e superfaturamento em casos de cirurgia de catarata”. Ela responde a uma ação civil no Distrito Federal. Em Divinópolis, a empresa presta serviço para o São João de Deus desde 2015.

Marcelo Lopes

Marcelo Lopes

É repórter do Portal Centro-Oeste. Graduado em jornalismo e apaixonado por esportes e histórias.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL CENTRO-OESTE. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL CENTRO-OESTE poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.