PSF Primavera: Equipe passa por acompanhamento psicológico após ameaça de morte

Em nota, prefeitura disse que paciente foi orientado a ir a outra unidade de saúde, mas não aceitou e se alterou

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) emitiu nota, nesta sexta (22), esclarecendo sobre a ameaça de morte sofrida por um servidor na quarta (20) na Estratégia de Saúde da Família (ESF) Primavera. Equipe da unidade passa por acompanhamento psicológico.

Segundo a nota, um usuário da área de abrangência da equipe do ESF foi vítima de acidente de trabalho com queimadura no pé por alumínio líquido, em 18 de março. O paciente foi para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e recebeu todos os cuidados médicos.

No atendimento, ainda conforme a nota, foi-lhe entregue um atestado do dia, apesar de ser notório que o trabalhador não conseguiria retornar as suas atividades laborais tão cedo, tendo em vista não haver possibilidade de usar calçado apropriado para o tipo de atividade.

“Então, foi orientado pelo profissional da UPA a procurar sua unidade de referência, ESF Primavera. Chegando à unidade, o usuário foi atendido, e curativo nele realizou-se com coberturas e medicamentos indicados para casa. Em seguida, recebeu um atestado de comparecimento; no entanto, a empresa não o aceitou. Diante da recusa da empresa, retornou à unidade com a demanda do atestado”.

A nota segue dizendo que “diante da demanda apresentada pelo usuário, a equipe prontamente solicitou consulta médica na unidade mais próxima. Ao orientar o usuário que sua consulta seria realizada por outro médico, em outra unidade, o homem não o aceitou e, muito alterado, rasgou e jogou o prontuário no profissional. O usuário fez ameaça de morte e, ainda, proferiu palavras de baixo calão, desrespeitando as servidoras”.

Ainda segundo a nota, a equipe de saúde e o enfermeiro foram até um posto policial e registraram o boletim de ocorrência.

“A equipe, extremamente abalada, recebeu apoio da gerente do Setor Sanitário e da Diretoria de Atenção à Saúde. Nessa quinta-feira (21/03), os profissionais encontraram-se sem condições emocionais e psicológicas de retornar de imediato ao trabalho. A equipe retoma suas atividades normais a partir de segunda-feira (25/03). A equipe trabalha internamente nesta sexta-feira (22/03) recebendo apoio emocional com profissional capacitado nas dependências do Serviço de Atendimento Especializado a Saúde (Sies)”.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL CENTRO-OESTE. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL CENTRO-OESTE poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.