Prefeitura e associação assinam convênio para castração de cães e gatos

Semusa aguarda licença ambiental para iniciar atendimento em bairros e zona rural

O prefeito de Divinópolis, Galileu Machado (MDB), assinou na tarde desta quarta-feira (10) no Centro Administrativo, um termo de comodato com a Associação Regional Ambiental (Arpa) para utilização do castramóvel. A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) aguarda a licença ambiental para a unidade móvel começar a atender os bairros e zona rural do município.

De acordo com o convênio, o castramóvel fornece estrutura adequada para os procedimentos de contracepção de cães e gatos. O trailer conta com um aparelho de anestesia, um monitor multiparametro, foco auxiliar, autoclave e bomba vácuo e sondas, além de outros equipamentos para realizar os procedimentos.

O presidente da Arpa II, José Fernandes de Paula, destacou que o equipamento estreia em Divinópolis. “Esse castramóvel é novo e faz os primeiros procedimentos na cidade. O espaço é uma clínica bem equipada para realizar as castrações”, afirmou o presidente. Outros dois castramóveis da Arpa atendem Formiga e Arcos.

Uma equipe da Semusa com a participação de profissionais da Secretaria Municipal de Agronegócios será responsável pelos procedimentos.

“A Semusa ainda elabora uma programação para atender os bairros e a zona rural e, nos próximos dias, será divulgado os locais onde o castramóvel atenderá a demanda”, afirmou o Secretário Municipal de Saúde, Amarildo de Sousa.

O prefeito destacou a importância da parceria para controlar a população de cães e gatos.  “A parceria é importante para realizar o controle de cães e gatos. Vamos aos bairros mais distantes e também na zona rural para atender a necessidade”, destacou.     

Além de Divinópolis, o castramóvel atenderá também Carmo de Cajuru. A equipe terá condições de realizar até 40 procedimentos por dia na unidade.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL CENTRO-OESTE. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL CENTRO-OESTE poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.