Última Hora

No results found.

Prazo para Copasa entregar poços artesianos em Itapecerica acaba dia 20

Amanda Quintiliano

O prazo para a Copasa entregar os cincos poços artesianos de Itapecerica está se esgotando. Pelo cronograma a empresa tem até o dia 20 de outubro próximo. Enquanto isso os moradores enfrentam problemas constantes. Além do revezamento anunciado no mês passado, a água está chegando com cor turva na casa dos moradores.

Todas essas questões estão sendo analisadas pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que averigua entre as irregularidades o descumprimento de prazo. Até agora foram realizadas duas reuniões. Uma para instalação efetiva da CPI e na outra foi marcada diligências aos poços artesianos na sede e distritos. Também foram solicitadas as primeiras informações à concessionária.

“A assessoria jurídica da Câmara também já está analisando os contratos. Num primeiro momento vamos averiguar os poços perfurados garantindo que os mesmos estejam equipados para uma necessidade emergencial”, explicou o vereador, Gleytinho.

Os vereadores querem levantar todos os problemas enfrentados pelos moradores e, após a conclusão dos trabalhos, assegurar os investimentos necessários por parte da concessionária para solucioná-los.

“É consenso, entre os membros da CPI, que a Copasa, ao final dos trabalhos, se comprometa a fazer os devidos investimentos. Por exemplo, planejamento e início da construção de uma represa no município para que acabe, de vez, este problema”, comentou, se referindo a falta de água.

A visita aos poços artesianos serão nos dias 18 e 19 de outubro.

Suja

Em meio à CPI outro problema. A água está chegando suja até as casas. Vários relatos foram registrados como o da moradora do bairro Bela Vista, Célia Vieira.

“A água essa com uma cor amarronzada. Não tem como lavar roupa. O vaso do banheiro fica até manchado”, contou ao PORTAL, sem querer se identificar.

Nas redes sociais alguns moradores também externaram o gargalo. O vereador Gleytinho disse que irá encaminhar ofício à Copasa cobrando explicação e também deverá acionar o Ministério Público.

Copasa

A reportagem do PORTAL tentou contato com a Copasa, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria.

Foto de Capa: Reprodução whatsapp

Deixe seu comentário

Captcha *