Praça do Santuário ganha reforço da Polícia Militar

Base comunitária foi instalada com a confirmação de R$1 milhão em emenda parlamentar para modernização do serviço policial

A Base de Segurança Comunitária foi reinstalada, nesta segunda (15), na Praça do Santuário, em Divinópolis. Paralelo foi realizado o lançamento da 3ª fase da “Operação 7ª Região Mais Segura”. A reinstalação da base comunitária irá reforçar a segurança na região, uma demanda antiga dos frequentadores e moradores da redondeza.

Na ocasião foi comunicada a emenda de R$1 milhão para modernização da rede de radiocomunicações da PM (rádios veiculares) e também a destinação de viaturas para a região subordinada ao Comandante Webster Wandim. A emenda é de autoria do deputado federal, Domingos Sávio (PSDB) que participou da solenidade.

Domingos Sávio reforçou que em maio próximo, entregará viaturas para as cidades de Carmo do Cajuru, Divinópolis, Lagoa da Prata, Nova Serrana, Oliveira, Santo Antônio do Monte, Abaeté, Bom Despacho, Papagaios e São João Del Rei.

“Parabenizo a Polícia Militar por resgatar a nossa Praça do Santuário e reafirmo o meu compromisso de sempre trabalhar pela segurança da cidade, a exemplo disso, busco ouvir aos anseios das Polícias, Civil e Militar, para contribuir no que me cabe. Exemplo disso, são três grandes investimentos que pudemos contribuir nos últimos meses: a modernização da radiocomunicação, viaturas novas e o equipamento Cellebrite, que certamente, surtirão efeito na segurança regional”, informou.

Modernização

O comandante da 7ª Região, Webster Wadim confirmou que o recurso já está disponível e que os equipamentos estão sendo adquiridos e instalados. A mudança impedirá que criminosos conectem-se à frequência da PM, que atualmente é analógica.

“A radiocomunicação da Polícia Militar ainda é um sistema antigo que está sujeito a interferências, está sujeito a uma série de problemas. Com esta emenda do deputado Domingos Sávio, teremos um sistema digital, mais moderno, mais seguro, que inclusive não permite que os bandidos fiquem rastreando o trabalho da polícia”, explica.

Foto: Divulgação/PMMG

Civil

Além disso, está depositado em conta para a Polícia Civil de Divinópolis, emenda de Domingos Sávio para a compra de um equipamento, chamado Ufed Touch, desenvolvido pela empresa israelense Cellebrite – mesmo nome do projeto dado pela Polícia Civil – , que possibilita extração e análise de todo conteúdo digital em smartphones, tablets ou aparelhos GPS de pessoas suspeitas ou vítimas. A informação estratégica é obtida mesmo que tais dados sejam bloqueados por senha ou criptografia, ou ainda que tenham sido apagados da memória do dispositivo pelo usuário.

 

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL CENTRO-OESTE. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL CENTRO-OESTE poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.