Guarani vence a primeira e respira no Campeonato Mineiro

By 9 de março de 2019 Esportes, Outras Notícias

Com gol de Alemão, a equipe divinopolitana bateu a URT e saiu da zona de rebaixamento do estadual

O reencontro com a torcida e a garra da equipe fizeram com que o Guarani conquistasse a primeira vitória no Campeonato Mineiro. O Bugre, com gol de Alemão, bateu a URT, neste sábado (09), por 1 a 0 e saiu da zona de rebaixamento.

Pré jogo

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, as torcedoras uniformizadas com a camisa do Guarani, puderam assistir a partida de graça em Divinópolis.

Precisando mais do que nunca da vitória, ambas as equipes entraram no gramado do Farião com desfalques. Do lado do Bugre, Renato Xavier e Magalhães estavam suspensos. Já foi lado da URT, Marcão, Gladstone e Reis, lesionados, não atuaram.

No time inicial do Guarani, Vitão e Yuri retornaram ao time titular. No meio, Ewerton Maradona e Leomir trabalharam juntos.

1º Tempo

No início do jogo, o Guarani buscava o ataque através de desarmes e assim teve duas chances importantes entre os dez primeiros minutos. Na mais perigosa, através de uma cobrança de escanteio, Yuri aproveitou a sobra de bola e bateu na entrada da área, parando nas mãos de Arthur.

A supremacia do samurai

Alemão fez o gol que deu primeira vitória do Guarani no Campeonato Mineiro – Foto: Stéfany Bôscoli/Guarani

Na insistência e desarmando a URT, o Guarani começou na frente do placar, pela primeira vez no estadual. Yuri roubou a bola no campo de defesa e após jogada trabalhada pelo lado esquerdo, Pedrinho ganhou a posse de bola e passou para Alemão. O volante do Bugre arriscou de fora e foi feliz no lance, acertando o ângulo esquerdo de Arthur e fazendo um golaço, aos 10 minutos.

Após o gol, a URT deixou de segurar o jogo e buscou algumas oportunidades, mas sem êxito. Do lado do Bugre, a pressão continuava a ser feita pela equipe de Divinópolis. A partida era quente dentro de campo e no clima da cidade, com uma temperatura de 32ºC.

O primeiro susto a favor da URT foi com Cascata, que ganhou a disputa de bola, mas Leandro estava esperto no lance e, com o joelho, salvou o perigo, aos 23 minutos. O primeiro cartão do jogo foi para Cascata, após cometer falta em Ewerton Maradona, aos 30 minutos.

Devido ao forte calor, o ritmo de jogo a partir dali não era o mesmo do início. A URT, com cautela, buscava o ataque e o Guarani, em vantagem, administrava o placar, apesar de mais chances a favor. Nisso, Bruno Aquino arriscou de fora da área e chutou por cima do gol de Leandro, aos 35. Dois minutos depois, Vitão, em cobrança de falta, assustou a URT.

No fim da primeira etapa, o jogo esquentou ainda mais. O time de Patos de Minas arriscou mais uma vez de fora da área. A bola foi estranha, rasteira, mas Leandro espalmou para escanteio. Após a cobrança deste lance, o Guarani saiu em contra ataque com Charles, que finalizou em cima de Arthur, perdendo a chance de ampliar o marcador.

Por lesão, a URT teve que realizar a primeira alteração. Cascata saiu para a entrada de Patrick. No fim do primeiro tempo, o time de Patos pressionou por mais algumas vezes, mas não foi o suficiente para empatar o placar.

2º Tempo

Sem alterações, o segundo tempo começou com a pressão do Guarani. Em cruzamento pela direita, o Bugre levou perigo, mas a jogada terminou com Leomir em posição de impedimento.

A URT buscava o ataque, mas parava na defesa do Guarani, que afastava o perigo. O primeiro cartão amarelo do Bugre foi para Vitão, após cometer falta. A penalização faz com que o atleta fique de fora do confronto contra a Tombense. Leomir também recebeu o amarelo, minutos depois.

A equipe visitante buscava o empate e aos 17 minutos ganhou dois escanteios seguidos, mas a defesa do Guarani buscava afastar a pressão a cada instante. O Bugre respondeu com Charles, após a sobra de bola vinda de um escanteio, batendo por cima do gol, aos 19.

Nitidamente, a equipe divinopolitana estava em uma entrega maior durante a partida e todo este esforço acarretou no cansaço de alguns os atletas, que buscavam, de qualquer maneira, evitar o empate. Rafael Oller arriscou pela esquerda, obrigando Leandro a espalmar.

Ao chegar dos 30 minutos, a pressão da URT fazia com que a torcida pedisse uma mudança no Bugre. Ito Roque acionou Carrara no lugar de Derli. Ali, Gian resolveu mudar pela primeira vez, colocando o estreante Douglas Dopô no lugar de Alemão, que deixou o gramado aplaudido. Após falta em Juninho Potiguar, Rodrigo Dias levou cartão amarelo.

O Guarani modificou novamente, colocando Douglas Santana no lugar de Pedrinho, que se machucou e Paulo Morais substituiu Ewerton Maradona. Na URT, Jonathan entrou no lugar de Rodney.

Não era jogo fácil. A URT continuava pressionando e a situação era dramática no Farião. O torcedor segurava a respiração a cada lance e a defesa do Bugre salvava por mais algumas oportunidades, incluindo o goleiro Leandro, que fez defesas importantíssimas. Aos 43, Leomir teve mais uma chance de longe, mas Arthur defendeu.

Nos três minutos acrescidos, era a vez do Guarani pressionar. Charles, em cobrança de falta, quase ampliou.

Após suportar o ataque da URT, por mais alguns minutos, o Guarani garantiu a primeira vitória no Campeonato Mineiro e com o resultado, ultrapassou o time de Patos de Minas na classificação deixou a zona de rebaixamento, subindo para a nona colocação, com oito pontos.

O próximo compromisso é na semana que vem (16), contra a Tombense, em Divinópolis, às 16h.

Guarani 1×0 URT – Campeonato Mineiro, nona rodada

Guarani – Técnico: Gian Rodrigues

Leandro; Rodrigo Dias, Paulão, Elder e Vitão; Alemão (Douglas Dopô), Yuri, Ewerton Maradona e Leomir; Pedrinho (Douglas Santana) e Charles

URT – Técnico: Ito Roque

Arthur; Rodney (Jonathan), Ewerton, Marcos Vinicius e Djalma Silva; Diogo Orlando, Rafael Oller, Cascata (Patrick) e Derli (Carrara); Juninho Potiguar e Bruno Aquino

Gol: Guarani – Alemão (10 minutos do 1ºT)

Comissão de arbitragem

Árbitro: Cleisson Veloso Pereira

Assistentes: Fernanda Nandrea Gomes Antunes e Leandro Salvador da Silva

Quarto árbitro: Fábio Augusto de Oliveira Nolasco

Observador: Renato Cardoso da Conceição

 

Marcelo Lopes

Marcelo Lopes

É repórter do Portal Centro-Oeste. Graduado em jornalismo e apaixonado por esportes e histórias.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL CENTRO-OESTE. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL CENTRO-OESTE poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.