Galileu homologa concurso e decreto será publicado no Diário Oficial

Assinatura foi realizada durante a tarde desta sexta-feira (08), na sede da prefeitura

O prefeito de Divinópolis, Galileu Machado, homologou o resultado final do concurso regido pelo Edital nº 01/2017, por meio do decreto por publicar no Diário Oficial dos Municípios Mineiros, na segunda-feira (11/02). A assinatura foi realizada nesta sexta-feira (08/02), no Centro Administrativo da Prefeitura de Divinópolis. 

O município esclarece que as nomeações para os cargos abrangidos seguirão as necessidades de atendimento do interesse público e, primordialmente, dentro das forças financeiras dos cofres municipais.

O prefeito de Divinópolis iria homologar o concurso em 22 de janeiro. No entanto, uma ação ajuizada pelo Ministério Público pedia a suspensão da homologação do concurso.

No mesmo dia, a Vara de Fazendas Públicas e Autarquias indeferiu o pedido de liminar feito pelo Ministério Público Estadual (MPE) que objetivava a suspensão do concurso público.

Participaram da assinatura, o presidente da Câmara, Rodrigo Kaboja (PSD); o vereador Nego do Buritis (Patriota); secretaria Municipal de Administração, Raquel Freitas e o procurador do município, Wendel Santos de Oliveira.   

Inscritos

Foram 26.542 inscritos para o Concurso 01/2017 com diversos cargos e mais 641 inscritos para o Concurso 02/2017 para o cargo de agente comunitário de saúde.

O concurso homologado teve provas realizadas no ano passado para 370 vagas em diversas áreas. Ao todo, foram 107 cargos disponíveis para diversas áreas, e os salários variam de R$ 1.291,51 a R$ 8.829,79.

Dos 26,5 mil inscritos, 4.598 se inscreveram para o cargo de agente administrativo. Em segundo lugar no número de inscritos, foi o cargo de agente de saúde, com 2.332 inscrições para dez vagas (233,2 por vaga), seguido do cargo de agente de operações e fiscalização de transporte e trânsito, com 1.224 candidatos disputando cinco vagas (244,8 por vaga).

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL CENTRO-OESTE. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL CENTRO-OESTE poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.