Diretor afirma que jornalista não influenciou na nomeação para a Secretaria de Meio Ambiente

By 8 de novembro de 2018 Destaques com foto, Política
Diretor depõe à CPI dos Áudios

Mais duas oitivas serão definidas para finalização da CPI dos Áudios; Depoimento com delegado regional será remarcado

Nesta quarta-feira (07), foi realizada mais uma oitiva para o prosseguimento das atividades da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), conhecida como “CPI dos Áudios”, que apura indícios da prática de atos lesivos ao interesse público por parte do Poder Executivo de Divinópolis. Desta vez, o diretor da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, José Nilton Teodoro, foi ouvido pelos membros.

De acordo com o presidente da CPI, Ademir Silva (PSD), o depoente foi chamado em virtude do nome do mesmo ser citado em um diálogo entre o ex-aliado do prefeito Galileu Machado, Marcelo Máximo (conhecido como Marreco) e o jornalista, Geraldo Passos.

“Estamos convidando a todos que foram citados nos áudios. O nome do José Nilton Teodoro, mesmo em pequeno espaço, foi dito na conversa do Geraldo Passos com o Marcelo Máximo. Então queríamos ouvi-lo para ver se havia alguma influência na nomeação dele”, relatou o vereador.

Depoimento

Diretor depõe à CPI dos Áudios

José Nilton Teodoro é ouvido pela CPI dos Áudios – Foto: Marcelo Lopes

Na oitiva, Teodoro disse que a relação dele com Galileu é de amizade e admiração, tendo os dois trabalhado juntos durante a campanha do emedebista para as eleições municipais de 2016 e que após eleito, o atual prefeito não havia prometido cargos, mas o chamou para trabalhar na Prefeitura.

“Ficou bem esclarecido que eu apoiei o Galileu na época. “Garramos” na campanha mesmo, de comer poeira e na questão de lealdade, ele viu que trabalhei, que era uma pessoa com condições de assumir futuramente um cargo, caso seja eleito, embora que hora alguma o prefeito prometeu cargos para ninguém, mas pelo fato de ter vencido, o Galileu lembrou de mim e eu disse que estamos aqui para contribuir em alguma coisa para melhorar Divinópolis”, disse Teodoro.

Sobre outras atividades, o depoente relatou que fez denúncias na condição de cidadão, como obras do PAC saneamento, nos aguapés e sempre procurou denunciar para melhorar a questão da cidade. Dentre uma delas, ele passou por um processo judicial, juntamente com Geraldo Passos. Sobre o jornalista, o depoente relatou não ter mágoas com ele e afirmou que o mesmo não teve influência na nomeação ao cargo de diretor da Secretaria de Meio Ambiente.

“Com relação ao Geraldo, não tenho nenhuma inimizade com ele. Foi um fato que aconteceu, que nós dois envolvemos em um acontecimento judicial, no qual eu particularmente me senti errado, errei mesmo e pedi desculpas a uma autoridade na época, que realmente havia me equivocado com a pessoa dela. Paguei danos morais, os advogados que me defenderam e graças a Deus saí bem. O Geraldo seguiu o caminho dele e agora penso que a partir do momento em que eu errei, poderia pedir perdão e ficar numa boa comigo mesmo e a minha família, achei melhor escolher dessa forma”, finalizou.

Próximos passos

Nesta quarta, quem seria ouvido era na verdade o delegado regional de Polícia Civil, Leonardo Moreira Pio, mas o mesmo optou pela prerrogativa de ser ouvido dentro do ambiente de trabalho. Com isso, uma nova data será marcada para o depoimento.

“O delegado ficou de marcar conosco o dia no qual ele poderá estar nos ouvindo e estaremos indo até a Delegacia, para que possa prestar esclarecimentos a nossa CPI”, relatou Ademir.

Sobre o restante das investigações, o presidente adiantou que uma reunião será feita para deliberar mais duas outras oitivas, com o objetivo de concluir os trabalhos.

“Está chegando ao fim, então precisamos apressar para que façamos um relatório conclusivo, amplo e esclarecedor para Divinópolis. As oitivas e as juntadas de documentos terminam no dia 18 de novembro. A partir desta data, não podemos acrescentar mais nada, é só fazer o relatório final. Depois de concluir, vamos entregar a cópia para o Ministério Público, uma cópia também para o Galileu, que também está interessado no caso e deixar também a disposição para a população”, finalizou.

Marcelo Lopes

Marcelo Lopes

É repórter do Portal Centro-Oeste. Graduado em jornalismo e apaixonado por esportes e histórias.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL CENTRO-OESTE. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL CENTRO-OESTE poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.