Cleitinho pode deixar PPS para disputar eleição

 

 

Vereador está interessado em uma vaga na Câmara Federal; Mudança partidária coloca em risco o mandato dele

Amanda Quintiliano

O vereador Cleitinho (PPS) está de malas prontas para outro partido. Interessado por uma cadeira na Câmara Federal há um impasse no PPS, já que o deputado estadual, Fabiano Tolentino colocou o nome na disputa a federal.

O PPS está disposto a apoiar Cleitinho na candidatura a vaga na Assembleia Legislativa de Minas Gerias (ALMG). Porém, ele quer alçar voos mais altos. Por isso, tenta uma legenda que demande menos votos e que o possibilite ser candidato para aventurar-se nas eleições deste ano.

“Ele está numa disputa de vaidade. Individualismo. Não é pensando na cidade. A cidade corre o risco de não ter nenhum deputado estadual, sendo que ele poderia ser candidato com chances de ser eleito”, comentou uma fonte do PPS ao PORTAL.

O cenário ainda é prematuro. Os nomes começam a serem definidos em meado do ano, quando iniciam-se as convenções.

Caso venha a deixar o PPS, Cleitinho corre o risco ainda de perder o mandato de vereador. Isso porque ele estaria trocando de sigla fora do período da chamada “janela eleitoral”. Tanto o suplente, Mateus Costa como o Ministério Público podem pedir a cadeira dele. O partido também. Contudo, este último não estaria interessado.

O risco maior estaria caso ele perca as eleições. Neste caso, tem a possibilidade dele não retornar para a Câmara Municipal por infidelidade partidária.

Vereador

Ao PORTAL, Cleitinho admitiu a possibilidade, porém foi mais tímido. Afirmou está analisando a melhor alternativa e sinalizou a candidatura a deputado federal como primeira opção.

“Para mim seria mais viável sair a estadual, é menos voto, mais fácil. Mas tenho medo de não poder oferecer tanto para a população como poderia como deputado federal […] Deputado estadual é quase um vereador mais bem remunerado. Para eu deixar de abrir mão de ser prefeito, queria ir a federal para tentar resolver os problemas como do hospital, do trevo do Icaraí”, argumentou, frisando ainda não ter definido.

“O partido não me deixa sair a federal por causa do Tolentino”, completou cogitando a troca de partido e reconhecendo a chance de perder o mandato.

“Não tem janela para vereador, se eu arriscar fazer isso o suplente deve ficar de cima. Mas, ainda estou analisando até se vou sair a candidato, porque tem a possibilidade de ser candidato a prefeito também”, alegou.

Cleitinho está no primeiro mandato de vereador.

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano é editora-chefe do Portal Centro-Oeste. Jornalista por formação e paixão. Pós-graduada em Marketing e Comunicação Integrada.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL CENTRO-OESTE. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL CENTRO-OESTE poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.