Cleitinho integra bloco da base de Romeu Zema na ALMG

Assembleia ainda terá o bloco da oposição ao Executivo, além de dois independentes

Quatro blocos parlamentares vão atuar na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) neste primeiro ano da 19ª Legislatura. A comunicação foi lida nesta quarta-feira (06) durante Reunião Ordinária do Plenário. O deputado Cleitinho Azevedo (PPS) irá compor o bloco de situação, assim como Fábio Avelar (Avante).

Essa divisão vai influenciar as negociações e votações de projetos e, sobretudo, a composição das comissões permanentes da Casa, processo que deve ser concluído nos próximos dias.

Base

O Novo, partido do governador Romeu Zema, se junta ao PSDB, PPS, PP, PSC, Avante, PSB, SD e PHS para formar a base governista. O bloco, denominado “Sou Minas Gerais”, será liderado pelo deputado Gustavo Valadares (PSDB) e terá 21 parlamentares.

Oposição

A oposição, liderada pelo PT, terá também os partidos PR, Rede, Psol, Pros e PCdoB. O bloco, ainda sem denominação, terá o número mínimo previsto no Regimento Interno, que são 16 deputados. A liderança ainda não foi indicada. Isso deverá ser feito no prazo de cinco dias.

Intermediários

Foram constituídos, ainda, dois blocos intermediários, que congregam os parlamentares autodenominados independentes. O primeiro reúne MDB, PV, PRB, PDT, Pode e DC. Ainda sem nome e sem líder definido, esse bloco terá 20 deputados.

O segundo bloco, chamado “Liberdade e Progresso”, será liderado pelo deputado Cássio Soares (PSD). Além desse partido, integram o grupo PSL, PTB, Patri, PRP e DEM, com um total também de 20 deputados.

Comissões

Definidos os blocos, os deputados podem finalizar as negociações em torno da composição e da presidência das comissões. O Regimento Interno da ALMG assegura a representação proporcional, tanto quanto possível, das bancadas ou blocos parlamentares nessa composição.

A Assembleia tem, atualmente, 22 comissões permanentes. Cada uma delas têm cinco membros efetivos e cinco suplentes, com exceção das Comissões de Constituição e Justiça, de Administração Pública e de Fiscalização Financeira e Orçamentária, formadas por sete efetivos e sete suplentes.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL CENTRO-OESTE. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL CENTRO-OESTE poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.