Cinco municípios do Centro-Oeste receberão repasses do Estado para a saúde

Valores serão liberados para cidades atingidas pelo rompimento da barragem de Brumadinho

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) e o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, assinaram um conjunto de portarias que vão garantir um total de R$ 196 milhões para investimentos na área de saúde do estado.

Desse valor, R$ 2,3 milhões serão liberados em repasses para 18 cidades atingidas pelo rompimento da barragem de Brumadinho, cinco delas no Centro-Oeste, sendo Maravilhas, Papagaios, Pará de Minas, Pequi e Pompéu. Segundo o Estado, o objetivo é acompanhar e prevenir doenças consequentes do desastre, como o aumento de casos de dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

As ações complementam as atividades do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública, que envolvem mais de 50 técnicos do Ministério da Saúde, que irá acompanhar, pelos próximos 20 anos, cerca de mil profissionais envolvidos no resgate e buscas às vítimas (Bombeiros, Força Nacional de Segurança, Defesa Civil, Ibama e outros). O estudo de coorte (conjunto de pessoas que tem em comum um evento que se deu no mesmo período) vai avaliar doenças que estejam relacionadas diretamente ao desastre, como a contaminação por metais pesados e leptospirose.

Foto de capa: Marco Evangelista/Imprensa MG

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL CENTRO-OESTE. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL CENTRO-OESTE poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.