Chuva agrava problemas de ruas sem calçamento em Divinópolis

 

No bairro Padre Eustáquio, moradores lidam com buracos, barro

Marcelo Lopes

Dezenove dias após denúncias de moradores sobre a precariedade de ruas de Divinópolis, a prefeitura ainda não tomou nenhuma iniciativa. Ao invés de melhorias, quem vive no bairro Padre Eustáquio assistiu o agravamento da situação. Ruas tomadas por buracos, sem pavimentação, é a realidade de muitas pessoas.

“Em toda chuva, os buracos se abrem ainda mais. Ultimamente neste mês de fevereiro e no mês passado, a situação ficou ainda mais complicada por aqui”, diz o morador, Douglas Almeida.

Douglas gravou vídeos. Em um deles, mostrando seu veículo ilhado, impossibilitando ele de entrar e sair de casa.

“Não passa carro e moto. É bem arriscado”, completa.

Além das filmagens, fotos mostram que a situação persiste no local.

O morador esteve nesta quarta-feira (07) na prefeitura.  O setor de Operações Urbanas informou que a administração possui quatro caminhões e uma máquina para a realização das obras de calçamento, porém não tem os materiais. Disse ainda que a solução viável é os moradores se unirem para fazerem o calçamento por conta própria.

Douglas disse que foi orientado a procurar a diretoria da Secretaria de Trânsito e Transportes (Settrans) para buscar uma solução, mesmo já sendo adiantado que o ocorrido seria difícil de ser solucionado.

Posicionamento da Prefeitura

Sobre a demanda do morador, a Prefeitura comunicou ao PORTAL através da assessoria de imprensa que a solução se encontra disponível no protocolo do seu atendimento na sede da administração, localizada na Rua Pernambuco.

Na nota, também é relatado que se os moradores se interessarem em parcerias com a Prefeitura, o município está a disposição para analisar o calçamento das vias. Uma destas se consiste nos moradores entrarem com as pedras e a prefeitura com a mão de obra para o calçamento. Entretanto, a assessoria de comunicação diz que existem outras propostas de parcerias a serem analisadas.

Para isso, os moradores interessados precisam entrar em contato com o setor de calçamento para se informarem a sobre a proposta. Outra opção é o representante da associação de moradores do bairro procurar a Diretoria de Relações Institucionais e Comunitárias no Centro Administrativo, localizado na Avenida Paraná, 2.777, Belvedere.

Denúncias

O PORTAL publicou matéria no dia 18 de janeiro denunciando a situação de alguns bairros, como o Jardinópolis. A denúncia foi feita pelo advogado Luciano Augusto e pelo vereador Cleitinho. Juntos eles gravaram um vídeo mostrando a situação e publicaram nas redes sociais.

Relembre o caso clicando aqui.

 

 

 

 

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano é editora-chefe do Portal Centro-Oeste. Jornalista por formação e paixão. Pós-graduada em Marketing e Comunicação Integrada.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL CENTRO-OESTE. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL CENTRO-OESTE poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.