Última Hora

No results found.

PCMG cumpre mandados de busca e apreensão em investigação de coação e falsidade ideológica em Divinópolis

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpre, nesta terça-feira (13), cinco mandados de busca e apreensão referentes a uma investigação pelos crimes de coação no curso do inquérito e falsidade ideológica. O suspeito dos crimes é Antônio Fausto de Barros, de 59 anos, chefe de gabinete do prefeito de Divinópolis.

Os mandados estão sendo cumpridos na prefeitura e nas residências do chefe de gabinete, do prefeito e de um homem que seria coautor, auxiliava a coagir testemunhas. Estão sendo apreendidos documentos, computadores e celulares. Na residência de Fausto, a polícia localizou uma arma, e ele está sendo conduzido por posse ilegal de arma de fogo.

Outras informações serão fornecidas à imprensa, nesta noite, pelos delegados Leonardo Pio e Adriene Lopes, e pelo promotor de Justiça do Patrimônio Público em Divinópolis, Gilberto Resende.


Errata: A foto de capa utilizada para ilustrar essa matéria continha a imagem também do deputado estadual, Fábio Avelar. Entretanto, o parlamentar não tem nenhuma ligação com as investigações mencionadas. A foto utilizada era para ilustrar apenas a imagem de Fausto Barros (de amarelo da esquerda para direita) e a do prefeito de Divinópolis, Galileu Machado (do meio). 

A foto utilizada é de arquivo e representa o momento em que o deputado anunciava investimentos para Divinópolis.


 

Deixe seu comentário

Captcha *