Última Hora

No results found.

Domingos afirma que Vladimir deve explicações

Amanda Quintiliano

O deputado federal, Domingos Sávio (PSDB) emitiu nota oficial criticando a edição do decreto 12.375 que ampliou o prazo para a Copasa tratar o esgoto de Divinópolis. O documento, publicado na segunda-feira (02), foi um dos últimos atos de Vladimir Azevedo como prefeito. O parlamentar afirmou que a “população merece esclarecimento”.

“Primeiramente, me parece um absurdo editar um decreto no último dia sobre algo tão importante, sem dar uma explicação objetiva que demonstre qual a vantagem para a cidade nesta atitude”, afirmou.

O tucano ainda disse que “o decreto é um instrumento legal a ser usado em favor da municipalidade e, embora não dependa de votação da Câmara, numa democracia, este instrumento só deve ser usado em situações especiais em defesa do interesse público”.

Domingos salientou ainda que o “certo seria deixar o prefeito eleito Galileu decidir o que fazer” e que ele pode anular o decreto com “uma simples assinatura”.

“Creio que havendo dúvidas de sua conveniência ou vantagem para nossa cidade, Galileu deverá revogá-lo imediatamente e terá todo nosso apoio”.

O deputado ainda esclareceu nunca ter sido comunicado sobre estas negociações de prorrogação de prazo com a Copasa “e, como todo divinopolitano, e especialmente como representante de nossa cidade, fico indiginado com o descaso da Copasa com nossa cidade”.

“Portanto, não concordo com nenhuma tolerância ou concessão a esta empresa que está inadimplente com suas obrigações. Reafirmo minha discordância com a edição deste decreto de última hora e pelo ex-prefeito Vladimir Azevedo que nunca falou sobre este assunto comigo, e embora sendo companheiro de partido e tendo com ele uma relação de respeito e amizade, entendo que o mesmo deve uma explicação à população por esta atitude”.

O parlamentar se colocou com oposição ao governo de Fernando Pimentel e afirmou não ter contato com a atual direção da empresa. Ele ainda alfinetou o deputado federal, Jaime Martins (PSD).

“Porém, creio, que o Deputado Jaime Martins, cujo seu Chefe de Gabinete durante vários anos foi nomeado Diretor da Copasa pelo Governador Pimentel, poderia nos ajudar a esclarecer a real situação das obrigações desta empresa para com Divinópolis”.

“Meu compromisso com Divinópolis está acima de questões partidárias e me coloca à disposição para contribuir com todos que, em defesa da nossa cidade, querem uma solução justa, rápida e transparente para solucionar o grave problema sanitário e ambiental do nosso Rio Itapecerica”, concluiu.

A nota foi postada na fanpage do deputado e o deputado Jaime Martins aproveitou o espaço dos comentários para rebater a afirmação.

“Sobre as insinuações acerca de pessoas do convívio pessoal do deputado federal Jaiminho Martins junto à direção da estatal, é curioso observar a imprecisão das informações, bem como o teor político partidário. Por fim, reafirmamos nosso compromisso com Divinópolis e reiteramos que é de fundamental importância a transparência de atos e condutas. Em um universo de casuismos e desinformação é primário não se deixar levar por opiniões que nãos sustentam na realidade. Estamos e estaremos sempre à disposição para dirimir qualquer dúvida. Agradecemos o espaço”, postou.

Em nova resposta ao comentário, Domingos disse que “a intenção, conforme nota oficial, é somar esforços, neste sentido pedimos que sensibilizem todas as lideranças que vocês tenham maior afinidade, visando a solução do grave problema sanitário e ambiental do nosso Rio Itapecerica, além da possível revogação do decreto citado”.

Deixe seu comentário

Captcha *